26/09/11

Recategorização dos posts relativos aos projectos

Com o objectivo de tornar o blogue mais organizado, todos os posts com a etiqueta "projectos" passam também a ser categorizados de acordo com a temática do projecto (por exemplo: amplificadores, colunas de som, etç). Espero assim tornar o blogue mais fácil de consultar.

25/09/11

Kit Velleman MK119 - Roleta

Outro kit com a qualidade Velleman, o MK119 "Roleta" é um excelente kit, completo, didáctico e divertido. Em poucas palavras, é uma roleta electrónica que emite luz e som.

Kit Velleman MK119 montado.

Este kit funciona de modo análogo ao kit MK152 apresentado no post de 11 de Setembro. Os LEDs piscam numa sequência giratória quando o botão é premido. Libertado o botão, a cadência abranda até parar. O numero vencedor é então indicado pelo LED que permanecer a piscar. O som emitido difere consoante saia vermelho, verde ou amarelo. A roleta acaba por se desligar caso o botão não seja premido novamente.

O circuito funciona com base no microcontrolador PIC16C505 da Microchip, e utiliza o conceito de charlieplexação (ou charlieplexing) para controlar os 37 LEDs e o bezouro (este último é controlado por intermédio de um opto-acoplador). A montagem deste kit não apresenta dificuldades de maior. No entanto, dado o número elevado de componentes, não o recomendo a principiantes.

17/09/11

Como testar uma fonte ATX

É possível testar uma fonte ATX sem a ter ligada a um computador. Para a fazer arrancar, o método é bastante simples: basta fazer um "shunt" entre o pino do fio verde e qualquer um dos pinos de fiação preta no conector ATX. A figura abaixo esquematiza um conector ATX de 20 + 4 pinos (ATX v2.0). As designações dos pinos estão de acordo com a especificação ATX.

Esquema de pinos do conector padrão ATX v2.0. O conector está orientado com a fiação para trás.

O pino correspondente ao fio verde, acima designado "PS_ON#", recebe um sinal lógico da motherboard assim que o computador é ligado. Basicamente o que a motherboard faz é aterrar esse pino, que desconectado apresenta uma tensão de +5V aproximadamente. Por isso, para emular esse comportamento é preciso estabelecer um contacto entre este pino e qualquer um dos pinos de massa "COM". Para desactivar a fonte basta desfazer esse contacto.

Conector ATX com "shunt" improvisado para ligar a fonte de alimentação.

No entanto, existem outros pinos essenciais para o arranque do computador a serem testados, nomeadamente os pinos "+5VSB" e "PWR_ON". O pino "+5VSB" é o único pino que apresenta tensão quando a fonte não está activa. É este que fornece energia aos circuitos lógicos da motherboard e à memória quando o computador está a hibernar. Tal como a designação indica, a tensão deste pino deve ser de cerca de +5V. Por sua vez, o pino "PWR_ON" indica à motherboard que a fonte está activa e a funcionar correctamente. Quando a fonte está activa, este pino deve apresentar uma tensão próxima de +5V.

Os restantes pinos também devem ser testados para confirmar se as tensões estão correctas ou não. A fiação laranja deve fornecer cerca de +3,3V, a fiação vermelha cerca de +5V, a fiação amarela cerca de +12V, e o fio azul cerca de -12V. Todas as tensões têm uma tolerância de ±5%, excepto a tensão de -12V que tem uma tolerância de ±10%. Se possível, as medições devem ser feitas com a fonte em ligeira carga (em especial no rail de +12V). Se todas as tensões estiverem dentro dos limites de tolerância, a fonte poderá ser usada sem problemas.

11/09/11

Kit Velleman MK152 - Roda da Fortuna

Sem dúvida um excelente kit produzido pela Velleman. Simples, didáctico e divertido. Apresento então o kit MK152 "Roda da Fortuna".

Kit Velleman MK152 montado.

Os dez LEDs piscam numa sequência giratória quando o botão é premido. Assim que o botão é libertado, a cadência abranda progressivamente até parar. O número vencedor é então indicado pelo LED que ficar acesso. Se o botão não for premido novamente, o LED apagar-se-á em poucos segundos.

O circuito é simples e o seu funcionamento é relativamente fácil de entender. É baseado em dois integrados da família lógica 4000: o 4017 e o 4069. Este kit é fácil de montar, sendo por isso ideal para quem tem pouca experiência em soldadura electrónica.

03/09/11

Alterações ao projecto "Monoblocus"

Após análise e algum aconselhamento, decidi desenhar o amplificador em torno do integrado LM3876, e não em torno do integrado LM3886 inicialmente previsto. O LM3876 tem as mesmas características eléctricas que o LM3875 mas, tal como o LM3886, tem um pino adicional de mute. Em comparação com o LM3886, o LM3876 tem uma relação sinal-ruído (SNR) maior, o que resulta em maior fidelidade. Além disso, e em última análise, existem diferenças mínimas em termos de sonoridade que tornam o LM3876 mais apelativo.

Em princípio, a função de mute ao desligar será feita por intermédio de um opto-acoplador tipo TLP521-1 da Toshiba (ou similar). No entanto, ainda preciso de fazer alguns testes no sentido de validar ou não essa opção.